Compartilhe

Retrospectiva do Circuito Elétrico

24/08/17 - 2 minutos de leitura

Vamos melhorar nosso trabalho! Como vamos fazer isso? A retrospectiva do Circuito Elétrico facilita o brainstorming de melhorias.

Preparação

Comece desenhando um circuito elétrico. Ele será composto por:

Lâmpada: ideias que temos que melhorarão nosso trabalho (processo, produto, ambiente, etc.)

Resistência: as resistências (desafios, problemas) que impedem as ideias de funcionar.

Pilha: ações que energizam nosso sistema e nos fazem superar a resistência e ligarmos nossas ideias.

Circuito Elétrico

A Lâmpada

Peça para as pessoas escreverem as ideias em post-its e colá-los próximos à lâmpada. As pessoas terão 5 minutos para escrever os post-its. Agrupe as ideias semelhantes e peça para alguém as ler.

A Resistência

Agora que todos conhecem as ideias, peça para que as pessoas pensem nos desafios que enfrentarão para que a ideia funcione. Nessa etapa as pessoas também terão 5 minutos para escrever os post-its. Mais uma vez, agrupe os problemas semelhantes e peça para que outra pessoa os leia.

A Pilha

Todos conhecem as ideias e as resistências? Está na hora de criar ações. Separe o time em duplas ou trios de modo que você não tenha um excesso de ações no quadro. Cinco ou seis ações no máximo.

Cada grupo escreverá somente a ação que acha ser a mais relevante. Ao colocar a sua ação na pilha, o grupo deverá ler aquelas que já estão na pilha e priorizar das mais importantes (polo positivo) para as menos importantes (polo negativo).

Antes que alguém pergunte: Sim, eles podem mover as ações dos outros para baixo. Sim, o último terá a vantagem de ninguém mover as ações dele. Não se preocupe, pois essa é só uma priorização inicial para ganharmos tempo.

Finalizando o Circuito Elétrico

Verifique com o time inteiro se a pilha está priorizada da melhor forma. Se necessário, repriorize de acordo com o debate.

Agora que temos as ações priorizadas, termine pedindo que as pessoas se voluntariem para executá-las fechando assim o circuito. É fundamental que as ações mais prioritárias tenham uma pessoa responsável por executá-la.

Curtiu esta retrô? Confira também o Retrô Poker e muito mais sobre Facilitação 😉

Compartilhe

Escrito por

Danilo Risada


Danilo é agilista desde 2008, já passou por quatro aquisições de startups para grandes grupos e foi responsável por inovação digital de 14 marcas de educação. É sócio da K21 e responsável pelo nosso modelo de liderança. Também é fundador da MagmaLab. Atuou na transformação de empresas como Natura, Adeo Leroy Merlin, Itaú e Whirlpool.
Escrito por

Avelino Ferreira Gomes Filho

Agile Expert e Trainer na K21


Avelino é formado e mestre em Ciência da Computação. Teve uma longa trajetória na T.I. começando como programador e chegando à gestor de diversos times de criação de produtos digitais. Conheceu e começou a adotar as melhores prática de de Métodos Ágeis desde 2008. A partir de 2015 se dedicou a auxiliar outras empresas a adotar tais métodos. Atualmente é Agile Coach e Trainer na Knowledge 21.
Esta postagem se encontra sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

    Receba mais conteúdos K21

    Deixe seu nome e email que nós te deixamos por dentro de tudo que rola por aqui.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.