Compartilhe

Líder Servidor: O que É e o que FAZ (e o que não é)

27/06/20 - 3 minutos de leitura

O Papel da liderança tem mudado bastante. Os antigos chefes que mandavam as pessoas fazerem coisas perderam espaço. Os líderes servidores passaram a ser cada vez mais valorizados. Mas afinal, o que é e o que faz uma pessoa que desempenha esse papel. Nossa turma de Advanced Certified Scrum Master (A-CSM) ajuda a responder essa pergunta: Quais as características de um bom líder servidor?

Essa resposta foi respondida com a lendária dinâmica de É / Não é / Faz /Não Faz do Rafael Sabagh.

Um Líder Servidor É

Competências e habilidades que fazem com que a pessoa seja um líder servidor. Perceba que são características que fazem com que ela seja identificada como um líder. A liderança servidora é reconhecida e não instituída.

Características pessoais

  • Calmo
  • Ético
  • Honesto (comprometido com a transparência, verdade e não suprime informações)
  • Humano
  • Transparente
  • Verdadeiro

Características necessárias para o time enxergá-lo como líder

  • Acessível
  • Bom ouvinte
  • Coerente (pratica o que fala)
  • Decidido
  • Lidera pelo Exemplo
  • Observador

Características necessárias para construir um time

  • Coach
  • “Delegador”
  • Entusiasta
  • Hábil
  • Fomentador de ideias
  • Motivado

Habilidades de Liderança estratégica

  • Competente
  • Farol (direciona estrategicamente seus times para onde devem ir)
  • Orientado a resultados (ajuda as pessoas a conectar seu trabalho como os resultados buscados pela organização)

Habilidades que o tornam bom negociador

  • Acolhedor
  • Comunicador
  • Conhecedor
  • Empático
  • Mediador

Um Líder Servidor FAZ

Atitudes que um líder servidor pratica.

Atitudes de Guardião do Time

  • Alinha Expectativas
  • Cuida de si e das pessoas
  • Facilita o trabalho
  • Gerencia Conflitos
  • Traz a consciência comportamentos saudáveis e tóxicos

Atitudes de Gestão de Pessoas

  • Apoia / Suporta
  • Cultiva
  • Cria um ambiente seguro (pessoas podem falar sem ser tolhidas)
  • Gerencia o sistema e não as pessoas
  • Melhoria Contínua através de bons feedbacks.

Atitudes de Educador

  • Ensina
  • Estimula as pessoas a encontrarem respostas necessárias
  • Extrai o melhor de cada indivíduo
  • Incentiva
  • Orienta

Atitudes de Facilitador

  • Ajuda as pessoas a estabelecer o ritmo sustentável para o time
  • Dá autonomia
  • Pergunta: “Por que?” para entender o que realmente causa os problemas
  • Limita a quantidade de trabalho em andamento (WIP)
  • Pensa sistemicamente

Um Líder Servidor NÃO É

Essas são as características indesejáveis. Elas pertencem à liderança que não tem mais espaço no mercado contemporâneo.

Características pessoais

  • Egoísta
  • Individualista
  • Mal exemplo
  • Sabichão

Características que fazem com que ele não seja visto como um líder

  • Autoritário
  • Dono da Razão
  • Fechado
  • Manipulador

Liderança de autopreservação no poder (não estratégica)

  • Centralizador
  • Controlador
  • Quem manda
  • Quem dita o ritmo das pessoas

Fomentador do desacordo

  • Mal Exemplo
  • Mestre dos Magos
  • Micro gerenciador

Um Líder Servidor NÃO FAZ

Atitudes que um líder não deveria praticar.

Atitudes que criam times tóxicos

  • Comparação de desempenho entre equipes / pessoas
  • Corpo mole (não se envolve nas decisões. Qualquer coisa a culpa não é dele)
  • Fomentador de panelinha
  • Intrigas

Gestão de Pessoas como recursos

Veja com a K21 trata esse tema no artigo: Humanos sim, recursos Não

  • Auditoria de tarefas (micro gerenciamento)
  • Gestão por ocupação
  • Mede cronograma

Atitudes que geram dependência

  • Papel de babá
  • Pescar sem ensinar como (torna o time dependente)
  • Trabalho repetitivo e não estratégico

Atitudes desagregadoras

  • Assume suas suposições como verdades absolutas
  • Mentir
  • Não busca melhorias
  • Trabalha no automático (sem pensar nos porquês, propósito)

Esperamos que o resultado dessa dinâmica tenha ajudado você.

Esse conteúdo foi criado colaborativamente. Gostaríamos de agradecer a todos que colaboraram para essa definição de liderança servidora: Alberto RodriguesBruno NunesCarlos MedeirosDaniel FacchioliDayane AndradeEduardo PristaGustavo AntunesJean P. D. CavalcanteJosé JRJuliana VerasLuiz NakaharaMarcelo PaivaMarcely SantosMelina SchervierNuno CostaRaphael MontenegroRodrigo Fonseca Rosa RanaSamira TavaresTadeu Marinho e Walter Ramos.

Resultado da Dinâmica do É, não é, faz, não faz. As características escritas neste texto estão em balões da dinâmica.

Resultado da Dinâmica

Essa foi mais uma turma online e o aplicativo utilizado foi o Slice.

Quer saber mais sobre as características de uma boa liderança. Veja os nossos treinamentos de: Técnicas Ágeis de FacilitaçãoManagement 3.0 e Advanced Certified Scrum Master.

Compartilhe

Escrito por

Avelino Ferreira Gomes Filho

Agile Expert e Trainer na K21


Avelino é formado e mestre em Ciência da Computação. Teve uma longa trajetória na T.I. começando como programador e chegando à gestor de diversos times de criação de produtos digitais. Conheceu e começou a adotar as melhores prática de de Métodos Ágeis desde 2008. A partir de 2015 se dedicou a auxiliar outras empresas a adotar tais métodos. Atualmente é Agile Coach e Trainer na Knowledge 21.
Escrito por

Samuel Cavalcante

Agile Expert e Trainer na K21


Agile Expert e Trainer na K21, Samuel é Engenheiro de Computação e Especialista em Engenharia de Sistemas. Descobriu ser apaixonado por trabalhar com pessoas, comunidades e cultural organizacional. Atuou em várias áreas destacando-se como professor universitário, analista em educação no Senac e até mesmo como empreendedor em startups, sempre aplicando conceitos de agilidade. Em 2013 mudou a carreira para atuar como Scrum Master, desenvolvendo competências de facilitação de equipes, gestão de conflitos, coaching e gestão estratégica. Em 2016 entrou na K21 e desde então vem dedicando-se exclusivamente como Agile Expert e Trainer.
Escrito por

Marcos Garrido

Co-fundador e Trainer na K21


Marcos Garrido, co-fundador da K21, é Certified Enterprise Coach (CEC), Certified Scrum Trainer (CST) e Certified Team Coach (CTC), fazendo parte do seleto grupo no mundo que possuem as três certificações mais importantes da Scrum Alliance. Com grande atuação internacional, possui larga experiência em Transformação Digital e Gestão de Produtos.
Esta postagem se encontra sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

    Receba mais conteúdos K21

    Deixe seu nome e email que nós te deixamos por dentro de tudo que rola por aqui.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.