Compartilhe

Métricas de Produto Digital: como criar e acompanhar seu produto

14/10/21 - 4 minutos de leitura

O mercado digital está em constante evolução e, devido a isso, a concorrência só se multiplica. Então, para acompanhar tudo mais de perto, é importante usar as métricas de produto.

Elas proporcionam ao gestor estimativas bastante assertivas sobre o relacionamento do público alvo com o produto, número de cliques, volume de compras e diversas outras informações.

Através dessas estimativas, torna-se mais fácil identificar quais estratégias devem ser mantidas e quais devem ser atualizadas, garantindo empreitadas de sucesso nas próximas campanhas.

Para gestores preocupados com o bom desenvolvimento do produto, é essencial investir em métricas. Sem elas, se torna uma tarefa mais complexa acompanhar o progresso do produto

Então, entenda ao longo desta leitura o que são as métricas e quais delas devem ser usadas em cada caso. Confira também este episódio do nosso podcast que aborda o assunto.

O que são métricas de produtos digitais?

As métricas de produto são uma forma mais precisa de identificar os efeitos que estão sendo gerados por meio do lançamento ou estágio do ciclo de vida de um produto no mercado.

Desse modo, torna-se mais fácil a missão de acompanhar estatísticas e dados sobre a forma como aquele item em específico está se saindo.

As métricas de produto podem ser utilizadas a fim de identificar as mais diversas impressões, estes são alguns exemplos:

  • relação entre cliques e compras;
  • atividade diária do público;
  • custo x benefício de campanhas em andamento;
  • compatibilidade entre compras efetivadas e canceladas;
  • número total de vendas;
  • estimativa de lucro; entre outros.

Há um universo de números, leituras e interpretações possíveis de métricas que podem embasar decisões.

Lançando mão desses índices, o gestor torna o seu trabalho mais dinâmico e pode investir em estratégias muito mais assertivas, identificando rapidamente pequenas inadequações no andamento da promoção da mercadoria.
Quando falamos sobre produtos digitais, é importante levar em consideração a grande concorrência do mercado. Através das métricas torna-se possível não apenas acompanhar o desenvolvimento do projeto, mas também antecipar a necessidade de  possíveis ajustes.

Como escolher as métricas certas?

Se está buscando por métricas de produto, é provável que precise solucionar ou identificar possíveis problemas na resposta do mercado em relação ao seu produto.

Para escolher as métricas certas, o melhor caminho é identificar quais são os pontos de seu projeto que ainda geram dúvidas.

Desse modo, fica mais fácil escolher índices produtivos para se analisar, agilizando a elaboração de novas estratégias ou adequações.

Aqui vão alguns questionamentos que te auxiliarão no momento de escolher as melhores métricas para se aplicar:

  1. O público encontra o seu produto? Qual tem sido o alcance das suas campanhas? O seu cliente final tem acesso às propagandas e anúncios?
  2. O número de conversões em compras está alinhado à quantidade de cliques? Seu comprador acessa a sua página mas não efetua, de fato, as compras?
  3. Os índices de lucro estão dentro do esperado? Você sabe o porquê disso?
  4. Seus consumidores tornam a comprar depois de um primeiro contato com o produto? Por quê?

Com questionamentos simples como estes, torna-se mais simples a missão de definir os índices que serão de fato estudados.

É possível também analisar métricas distintas a fim de ter uma visão mais geral do quadro em que se encontra o seu produto digital.

Como usar métricas para entregar o melhor produto do mercado?

Através das métricas de produto, o gestor ou a equipe conseguem identificar quais são as principais oportunidades que podem ser aproveitadas a fim de melhorar o desempenho do item no mercado.

Então, com uma análise detalhada, torna-se possível coletar informações valiosas sobre os pontos nos quais o produto tem obtido um melhor retorno, investindo mais nisso ao longo do tempo.

Aos poucos essas mesmas métricas de produto podem ser atualizadas a fim de comparação, de modo a apontar se determinadas ações realmente surtiram o efeito esperado.

Por exemplo: se um determinado produto recebe mais cliques na parte da tarde, a melhor opção é lançar as principais campanhas nesse horário, garantindo que o maior número possível de pessoas visualize o anúncio.

Então, deste modo torna-se mais fácil perceber padrões de comportamento reproduzidos pelo seu público, o que abre um verdadeiro leque de possibilidades quando o assunto é garantir o sucesso do seu produto.

O sucesso na comercialização de produtos digitais está fortemente ligado à capacidade da gestão do produto como um todo, principalmente em analisar feedbacks e convertê-los em ações para otimizar as estratégias do mesmo.

Entenda o valor que seus clientes obtêm ao usar seu produto

Após escolher e analisar as métricas, é importante que você consiga compreender com clareza o valor que seus clientes obtêm ao adquirir e usar seu produto.

Entenda que o valor do seu produto vai muito além da finalidade pela qual ele está sendo comercializado. Quais impressões são causadas em seu público após o consumo do seu material?

Causar impactos positivos e gerar valor à experiência do seu cliente é a melhor forma de fidelizar o usuário, além de aumentar as chances de se obter bons feedbacks.

Entenda que, ao adquirir seu item, o consumidor está alimentado de expectativas, as quais ele espera suprir. Então, se além de cumprir o que o seu público espera, o seu objeto gerar um impacto de valor, ele se sentirá ainda mais satisfeito.

Confira algumas atitudes que agregam valor ao seu produto:

  1. use a linguagem adequada: tanto em sua página de vendas quanto no material comercializado, busque usar o tom de voz adequado ao seu público;
  2. venda um propósito: ao adquirir seu produto, o cliente tem em mente um propósito. Venda a realização da expectativa do seu comprador junto à mercadoria (ex: aprenda com este guia a como tocar sua primeira música no violão em uma semana!”);
  3. surpreenda: se, ao adquirir seu item, o cliente espera receber, por exemplo, um determinado número de videoaulas, surpreenda. Ofereça um bônus que ele não esperava encontrar ao consumir seu conteúdo.

Com a ajuda de boas métricas de produto e lançando mão de boas estratégias para realmente impactar a vida de seu público-alvo, obter sucesso na comercialização de produtos digitais não é difícil.

A rapidez  faz com que, a cada dia mais, os gestores precisem explorar estratégias novas e mais funcionais.

Definir bons índices ajuda na conscientização de quem somos e de onde estamos, para que finalmente possam ser tomadas decisões mais assertivas sobre o que realmente podemos e precisamos fazer para chegar onde queremos.

Compartilhe

Escrito por

K21

Evolução Contínua de Pessoas e Organizações


Transformar pessoas e organizações ao redor do mundo é o que nos move. Mais do que ferramentas e métodos, promovemos uma nova cultura, onde negócios e pessoas entregam valor continuamente, experimentando, aprendendo e melhorando diariamente.
Esta postagem se encontra sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Artigos relacionados

Bússola Estratégica: uma ferramenta para a evolução contínua de produtos
14/07/21
3 minutos de leitura
4 dimensões de um time de produto
05/05/21
4 minutos de leitura
Qual é a diferença entre Product Manager e Product Owner?
27/04/21
2 minutos de leitura
OKR e KPI: definições e diferenças
23/04/21
5 minutos de leitura

    Receba mais conteúdos K21

    Deixe seu nome e email que nós te deixamos por dentro de tudo que rola por aqui.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.