O que é um produto digital?

O que é um produto digital?

Desde que comecei minha carreira com tecnologia, sempre foi difícil explicar exatamente o que fazia.

Ouça agora este conteúdo sobre produto digital!

Quando trabalhei com programação, era complicado ilustrar como uma sequência de textos escritos poderia virar comandos para o computador executar.

Conforme minha carreira foi evoluindo e eu fui migrando da construção de sistemas de informação para o gerenciamento de produtos digitais, minha tarefa de explicar o que fazia continuou complexa e até certo ponto, divertida.

É que a posição de Product Owner ou Product Manager em algumas organizações é uma colcha de retalhos com várias habilidades necessárias em outras posições.

Era bem intrigante perceber como os produtos digitais estavam a cada dia mais presentes em nossa nossa realidade.

E, embora nossa sociedade tirasse cada vez mais proveito deles, mais pessoas tinham dificuldade de entender o que é realmente um produto digital.

A definição de produto

A própria palavra Produto não é suficiente para compreendê-lo, pois há uma certa ambiguidade em torno do seu significado. No dicionário, produto quer dizer:

1. aquilo que é produzido; resultado da produção.

Temos que concordar que essa definição não ajuda muito. E ainda atrapalha o fato de que, quando estamos no mundo digital, outros sinônimos são trazidos para jogo. Projetos, plataformas ou mesmo aplicativos (apps), tudo isso só “ajuda a atrapalhar”.

Agora, vou apelar para um dos gurus do gerenciamento de produtos, Marty Cagan. Autor de vários livros, dentre eles o “INSPIRED: How to Create Tech Products Customers Love”, ele nos traz uma definição um pouco menos confusa do que seria um produto digital:

“Um produto é algo em que podemos operar um negócio com ele”, em tradução livre.

Podemos dizer também que um produto é algo que resolve algum problema ou provê algum benefício que não se gostaria de perder para um público específico. E que também pode ser comercializado pela organização que o produziu, gerando receita ou ajudando a vender um outro produto/serviço.

Recentemente, a nova versão do Scrum Guide trouxe uma definição de produto que nos ajuda a entender um pouco mais:

“ Um produto é um veículo para entregar valor. Ele possui fronteiras claras, stakeholders conhecidos, usuários ou clientes bem definidos. Um produto pode ser um serviço, um produto físico ou algo mais abstrato.” – Guia do Scrum 2020

Lembrando que um produto digital tem a característica específica de ser oferecido por meio da internet. Isso inclui uma página web, um programa que você instala no computador ou mesmo quando você faz o download na sua loja de aplicativos do celular.

Eu, pessoalmente, prefiro a definição mais ampla de produto, pois ela se conecta melhor com o dia a dia de quem pensa e trabalha com produtos digitais.

Como criar um produto digital?

Para ser bem sucedido na criação de um produto, você deve estar atento e criar um produto em que os seus possíveis usuários e clientes vejam valor. Além disso, o produto precisa ter boa usabilidade. Isso garante que seus clientes percebam o valor entregue e não se percam em complicações desnecessárias.

Essas funcionalidades devem ser tecnicamente possíveis de serem construídas, dados os recursos técnicos disponíveis. E, por fim, serem viáveis em vista do contexto de negócio no qual ele está inserido.

Etiqueta K21

A K21 acredita que o produto digital ou físico é definido pelo uso que lhe é atribuído

A seguir, apresento de forma resumida os riscos que enfrentamos quando gerenciamos nossos produtos:

  • Risco de valor: nossos usuários vão decidir usar ou comprar o que oferecemos?
  • Risco de usabilidade: nossos clientes vão conseguir usar sozinhos o que oferecemos?
  • Risco técnico: nossa equipe consegue construir o que precisamos com os recursos e tempo que temos?
  • Risco de viabilidade: o que estamos construindo se sustenta nos vários aspectos do nosso negócio?

Mais conteúdos sobre produtos

Existem ainda outros temas que geram mais confusão quando falamos de produtos digitais, principalmente na comparação entre produtos e projetos. Mas entendo que essa é uma discussão mais ampla, que pode ficar para um próximo post.

Rodrigo de Toledo e Fernando Cruz falaram sobre isso neste artigo sobre a era dos grandes produtos. Você também pode acessar no nosso blog mais artigos sobre o papel do Product Owner.

Quer saber o que é necessário para construir um produto digital de sucesso e aprender as habilidades que todo Product Owner deve ter? Venha fazer o nosso treinamento de CSPO!

Para entender mais sobre gestão de produtos, ouça esses episódios do Love The Problem:

Autor(es)

Alberto Rodrigues (Bob)

Agile Expert na K21, especialista em Engenharia de Software e formado em Ciências da Computação, é adepto do pensamento Lean e dos métodos ágeis. Parte do seu trabalho é encontrar inovações técnicas e melhoria de processos para trazer agilidade ao trabalho, ganho de qualidade e e...

Comentários

3 Comentários

  1. Luiz Fabiano de Menezes 24/11/2020 em 23:53- Responder

    Parabens pela iniciativa e pelo conteúdo claro e muito objetivo.

  2. Maxuel 25/11/2020 em 01:43- Responder

    Muito bom, parabéns!

  3. Reginaldo Caumo 27/11/2020 em 06:36- Responder

    Gostei bastante do conteúdo apresentado e da forma como o tema foi abordado. Parabéns e obrigado Bob!

Deixar um comentário