OKR e KPI: definições e diferenças 

Se você já ouviu falar em OKR e KPI, é possível que tenha confundido os objetivos deles em algum momento. Por isso, trazemos aqui as definições e as diferenças entre os termos. Vamos começar explicando a você a principal diferença.

OKR (Objectives and Key Results) procura integrar os propósitos de uma empresa à organização estratégica e tática dos times. Por outro lado, os KPIs (Key Performance Indicators) são formas de medir se as ações realizadas por uma equipe estão atendendo aos objetivos propostos pela empresa.

Agora que você já compreendeu o ponto principal, vamos mais a fundo nas diferenças para que você também aprenda quando empregar OKR e KPI.  

OKR e KPI: diferenças

Enquanto o OKR é utilizado para aliar a estratégia da empresa às ações e objetivos táticos, o KPI mensura, por meio de indicadores-chave, a eficiência dos processos em uma organização.

Logo, a principal diferença entre OKR e KPI é que o OKR foca em estabelecer ações para chegar nos resultados pretendidos. Enquanto o KPI mede a performance de dados relevantes para o alcance desses resultados.  

O que é KPI?

É possível ver no trabalho diário da sua equipe que o propósito de sua empresa está sendo alcançado? Se está, você saberia dizer em quais condições? Pois é, são os Indicadores Chave de Performance ou Desempenho (KPIs) que vão te ajudar a responder essas perguntas.

Isso porque os KPIs são uma forma de mensurar processos internos por meio de cálculos. Desse modo, a ferramenta é uma maneira de informar aos gestores o desempenho dos processos de trabalho.  

Por meio do KPI, é possível monitorar métricas e compreender a forma como a sua empresa está chegando nos resultados. Para isso, é preciso saber escolher os indicadores-chave da organização, ou seja, aqueles que são relevantes para a estratégia da sua empresa. 

Métrica e KPI são a mesma coisa?

Não. E é importante pontuar suas diferenças. Em uma organização, podem existir muitos tipos de métricas, como: tráfego em blog, taxa de conversão, receita total. De fato, estes números podem ser aliados para medir resultados. 

O cálculo do KPI precisa encontrar métricas que sejam relevantes para objetivos estratégicos do seu negócio. Neste sentido, os KPIs vão medir a performance de cada um dos objetivos, por meio daqueles indicadores que realmente são a “chave” para alcançar um objetivo que você colocou na sua estratégia. 

Outra característica do KPI é que a técnica vai proporcionar que o gestor acompanhe a performance desses indicadores-chave ao longo do tempo. Dessa forma, esses dados podem gerar insights e ajudar na tomada de decisões da empresa.

O que é OKR?

Quais são os objetivos da sua empresa? Estes propósitos estão alinhados com as atividades diárias dos seus times? É justamente isso que o OKR vai responder!

O OKR é uma ferramenta que, se bem aplicada, vai alinhar objetivos estratégicos de uma empresa às ações táticas das equipes. É uma maneira de formular as atividades do time a partir dos resultados que o negócio procura alcançar. 

Uma equipe que orienta seu trabalho a partir do norte da empresa consegue identificar em suas atividades diárias, os objetivos estratégicos da organização.

É comum que as empresas procurem trabalhar a técnica OKR quando encontram alguma disfunção organizacional. Todavia, no momento de aplicar a ferramenta, os gestores geralmente procuram trazer mudanças organizacionais revolucionárias, ou seja, que pretendem atingir todas as equipes e times ao mesmo tempo.

Este é um erro frequente, que está ligado a um entendimento equivocado do uso da técnica

O OKR é, antes de tudo, uma técnica que visa a mudança do mindset de uma empresa. Porém, para evoluir o seu negócio tão profundamente é preciso usar o OKR de forma segmentada dentro da sua organização. 

O ideal é começar este movimento de transformação ágil com pequenos experimentos, a partir de um único time da organização. Isso porque não podemos esquecer que estamos falando em mudar comportamentos humanos. E esse, por si só,  é um objetivo desafiador para qualquer empresa.  

Algumas características de OKR:

  • É adaptável
  • Promove autonomia
  • É contagiante
  • Gera desconforto nas equipes
  • Possibilita o acompanhamento contínuo das ações táticas

Como começar a usar OKR na sua empresa

O primeiro passo para implementar a ferramenta OKR é entender que a técnica busca traçar objetivos táticos dentro de equipes a partir dos objetivos estratégicos da organização. 

Esta transformação vai gerar desconforto na equipe, mas também permitirá que sejam identificadas as disfunções de um time.

A partir do entendimento, o próximo passo é definir os objetivos estratégicos e comunicar às equipes.

Os líderes e os membros do time vão, em conjunto, formular OKRs alinhados ao propósito inspirador das empresas e seus objetivos estratégicos para o trimestre, semestre ou ano. 

O acompanhamento dessa transformação é essencial. Isso porque o OKR vai além de um planejamento ou modificação organizacional. A técnica é adaptável ao meio que está sendo experimentada.

O que isso quer dizer? É simples. O OKR é um processo de aprendizado. As equipes aprendem e incorporam a cultura da empresa enquanto realizam suas atividades. Já os gestores coletam dados a partir dessa experiência Assim, conseguem compreender de que forma podem atuar a fim de que a equipe atinja os resultados esperados.

Case: OKR da K21 na Pandemia

Devido à pandemia de COVID-19, a K21 precisou revisar os OKRs. Desse modo, foram criados novos OKR, a partir de uma visão estratégica pensada para ser executada em 3 meses. 

A K21 escolheu como foco estratégico a saúde das pessoas e a saúde financeira da empresa, sem perder qualidade e eficiência operacional. Com isso, foram criados 3 OKRs. Confira abaixo o OKR prioritário definido pela K21.

Objetivo: Todos juntos. Além de incríveis, sustentáveis.

Key Results:
. Manter > 30pts de Health check (envolvimento total);
. Manter > 80% no engajamento das pessoas nas ações pró saúde;
. Manter colchão financeiro > X meses;
. Manter perspectiva de recebíveis > Y reais;
. Previsão de colchão USA/Latam > X dólares.

É possível visualizar no processo que o objetivo estratégico da K21 foi desmembrado em Key Results. Além disso, a K21 identificou a necessidade de ampliação da participação de pessoas nos check-ins para aproximar os OKRs do cotidiano. Nesse sentido, o resultado foi o aumento de engajamento e envolvimento entre os membros da equipe.

Case: OKR na Veloe

Com o objetivo de alinhar as estratégias e atividades do dia a dia na organização, a Veloe escolheu trabalhar com o OKR em 2020. A K21 atuou como parceira durante este processo.  Para aplicar a ferramenta foram criados, entre fevereiro e julho de 2020, dois objetivos estratégicos e três objetivos táticos para alcançar os resultados esperados. 

Confira abaixo os primeiros objetivos (estratégico e tático) trabalhados na Veloe.

Objetivo estratégico 1: Veloe jogando como um time campeão.

Key Results:
. Atingir um mínimo de porcentagem do resultado das métricas;
. Reduzir lead time (tempo entre a chegada de um pedido efetuado por um cliente até a entrega do produto;
. Melhorar a taxa de sucesso das mudanças;
. Manter o PPs interno acima da expectativa.

Objetivo tático 1: Dar autonomia ao cliente na sua vida na Veloe.

Key Results:
. Reduzir a porcentagem no volume de casos críticos;
. Aumentar a porcentagem de participação dos canais digitais nos atendimentos realizados.

O principal resultado alcançado pela Veloe foi o posicionamento competitivo da empresa no mercado de meios de pagamento

Atenção: OKRs e KPIs não são metas

É preciso pontuar: OKRs e KPIs não são metas. Meta é uma forma inadequada de aumentar o engajamento dos colaboradores. A partir de metas, a motivação é construída por meio de um parâmetro individualista, em que o trabalhador se sente estimulado a alcançar objetivos a fim de ganhar um bônus ou promoção. Por isso, os OKR e KPI se diferenciam de metas.

Os KPIs são indicadores que apontam a qualidade de um processo em andamento. Já os OKR são formulados, para gerar uma mudança de mindset. Ou seja, com o intuito de mudar comportamentos disfuncionais e promover motivação intrínseca. Dessa maneira, a utilização de OKRs busca promover mudanças sistêmicas e coletivas.

A ferramenta OKR procura estabelecer estratégias e ações a partir das particularidades de cada organização. Desse modo, o processo de construção de um OKR é mais do que uma receita a ser seguida, precisa ser aprendida na prática.

É possível usar OKR e KPI em conjunto?

Sim! Como vimos, suas diferenças não geram conflito de interesses, pelo contrário. Logo, apesar de completamente diferentes, OKR e KPI podem ser trabalhados de forma complementar para potencializar os resultados dentro da sua organização.

Enquanto o OKR elege ações para alcançar resultados, o KPI monitora, por meio de indicadores, o desempenho daquelas ações estabelecidas no OKR. Combinadas, as técnicas de OKR e KPI podem entregar valor e gerar alto impacto no seu negócio!

Por onde começar com o OKR?

A melhor forma de começar a utilizar OKR é aprendendo na prática. Para isso, te convidamos a vivenciar o processo de definição e acompanhamento de OKR, passando pelos principais conceitos e ações:

Autor(es)

K21

Transformar pessoas e organizações ao redor do mundo é o que nos move. Mais do que ferramentas e métodos, promovemos uma nova cultura, onde negócios e pessoas entregam valor continuamente, experimentando, aprendendo e melhorando diariamente.

Comentários

Deixar um comentário