Compartilhe

Inovação e liderança: como levar as skills mais buscadas para sua corporação?

25/04/22 - 4 minutos de leitura

Apesar da inovação ser um dos focos de grande parte das empresas, você sabia que apenas 33,6% das empresas são consideradas inovadoras?

Essa pontuação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) levanta uma pergunta de extrema importância: afinal, como se destacar no mercado através da inovação? 

Para nós da K21, as empresas são um reflexo de suas equipes. Ou seja, para se tornar uma referência de inovação, é necessário levar a inovação e liderança para sua equipe. 

Pensando nisso, preparamos um material que aborda essas relevantes skills do século XXI e como levá-las para a realidade da sua corporação. Acompanhe!

Inovação e liderança: por onde começar?

Se vamos falar sobre a relação entre inovação e liderança no ambiente de trabalho, precisamos entender em qual lugar essas skills devem se destacar primeiro: nos gestores.

Apesar da inovação ser um assunto tão visado nas empresas, é claro que uma corporação não conseguirá estimular suas equipes a mudar apenas ao pedir soluções inovadoras a elas. 

Ou seja, é papel da liderança quebrar o molde e levar a inovação para o espaço corporativo. Como? Transformá-lo em um exemplo a ser seguido pelas equipes.

Muitos gestores atualmente negam a importância da liderança e inovação dentro das corporações. Em uma mentoria gratuita da K21, um dos participantes levantou esse assunto.

“Além de saber quais são as skills necessárias, como fazer a liderança entender essa necessidade? Hoje eu vejo essa barreira, onde a liderança não entende seu papel no processo ágil e acaba criando burocracias que afetam toda a cadeia”.

Para Simone Azevedo, Diretora de Desenvolvimento e Educação Corporativa no Albert Einstein, a resposta é simples: envolvimento.

“Sabe o que temos feito? Eu pergunto para a liderança quais são os skills necessários. Eu falo ‘É aqui que queremos chegar. Vamos desenhar o que precisa?’. Eu estou usando a User Experience para tudo. Afinal, o RH trabalha para as pessoas, então as trazemos para perto”.

Isso significa investir na inteligência emocional para criar um espaço simultaneamente inovador e confortável, onde são extinguidos problemas que podem afetar a rotina e atrapalhar a busca por inovação, como:

  • conflitos em equipes;
  • processos burocráticos;
  • demasiadas etapas para aprovação de projetos;
  • retrabalhos.

Como a área de RH pode melhorar a atração e contratar bons líderes?

Após abordarmos a importância das skills de liderança e a inovação, se torna claro quão essenciais elas são em cargos de confiança. Mas e nas contratações, como os Recursos Humanos podem atrair líderes que compartilham esses skills?

Todo o processo, desde o anúncio da posição até o exame admissional, pode e deve trabalhar com ambas skills.

Utilizar plataformas de contratação, envolver os candidatos em projetos e testes direcionados para as skills necessárias e até mesmo realizar o processo todo online podem ser maneiras simples, mas eficazes de atrair líderes em busca de inovação.

A cultura organizacional também deve ser reforçada durante todo o processo pela equipe de Recursos Humanos, para que o futuro colaborador saiba o que a empresa está buscando para atingir seus objetivos.

Ela também é essencial para garantir a retenção de talentos de todos os níveis. De acordo com um estudo realizado pela consultoria americana Gallup, colaboradores mais engajados com o trabalho têm 59% menos chances de buscar uma empresa diferente no prazo de um ano. 

Leia também: Case: Lideranças transformadas no RH da Alelo

Quais soft skills buscar em um líder quando queremos uma organização inovadora? 

Como o próprio título deste artigo já indica, a inovação e a liderança são skills essenciais para qualquer líder corporativo. 

Apesar de existirem outras soft skills valiosas para os gestores, que listamos logo abaixo, você notará que todas estão diretamente relacionadas com a liderança e inovação que esse profissional pratica.

Abertura para aprender

Um líder é aquele que tem a coragem de admitir que não sabe algo, mas que está disposto a aprender. Ou seja, ele está aberto ao novo e busca se reinventar para criar as estratégias mais efetivas para o sucesso da empresa.

Inteligência emocional

Apesar de já termos abordado brevemente a inteligência emocional, vamos nos aprofundar nesse conceito. Em resumo, a inteligência emocional é a capacidade de compreender e gerenciar as emoções, tanto as próprias quanto as dos colaboradores. 

Para lidar com os sentimentos alheios, a empatia e a capacidade analítica devem ser exercitadas diariamente. Além disso, o líder deve se mostrar aberto para ouvir e respeitar outras opiniões, assim como reconhecer as experiências e competências das pessoas da sua equipe.

Motivador de todos

O gestor nunca deve ser o centro das atenções, mas um condutor que caminha com a equipe para alcançar melhores resultados. Para que todos consigam seguir seu ritmo, ele deve ser um motivador.

Além de entender seu papel como líder, é necessário avaliar os pontos fortes dos diversos integrantes para melhor delegar as tarefas e oferecer autonomia aos colaboradores. Torná-los protagonistas ajudará a entender os limites da liderança e quais problemas podem impedir a equipe de alcançar seu potencial.

Vale a pena conferir: Liderança: do Chefe ao Líder Ágil

Conte com a K21 para levar inovação e liderança para sua corporação

Ao longo desse conteúdo, nós reforçamos a relação direta entre a inovação, a liderança e o sucesso da sua corporação. Mas entendemos que skills como essas não só devem ser buscadas, como também estimuladas em todos os colaboradores.

Se você deseja apoiar sua equipe nos desafios reais que elas enfrentam, nosso programa Certified Exponential Leader pode ajudar! Nele, unimos o melhor do treinamento e da mentoria para ensinar técnicas, ferramentas e conceitos para oferecer 10 anos de experiência em apenas 6 meses. Leve nosso programa para sua empresa e dê o primeiro passo em direção à inovação e liderança

Compartilhe

Escrito por

K21

Evolução Contínua de Pessoas e Organizações


Transformar pessoas e organizações ao redor do mundo é o que nos move. Mais do que ferramentas e métodos, promovemos uma nova cultura, onde negócios e pessoas entregam valor continuamente, experimentando, aprendendo e melhorando diariamente.
Esta postagem se encontra sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Artigos relacionados

Product Owner: como ter o CSPO e por que ele é importante para a carreira?
05/10/22
3 minutos de leitura
Negócios e tecnologia: a realidade do front nas organizações
03/08/22
4 minutos de leitura
O que um novo líder precisa fazer para alcançar excelência? Veja 5 dicas
12/05/22
4 minutos de leitura
Data-Driven: 3 pontos para Tornar sua Empresa Orientada a Dados
02/05/22
15 minutos de leitura

    Receba mais conteúdos K21

    Deixe seu nome e email que nós te deixamos por dentro de tudo que rola por aqui.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.