Compartilhe

Scrum Master: entenda o papel e as habilidades necessárias!

30/11/22 - 3 minutos de leitura

Já ouviu falar em Scrum Master? Como o próprio nome indica, trata-se de uma pessoa com grande conhecimento do método ágil Scrum, que atua facilitando a sua adoção nas organizações.

Esses profissionais têm sido cada vez mais requisitados pelas empresas, especialmente no mercado de projetos. Inclusive, grandes marcas têm Scrum Masters nos seus times, a exemplo da Microsoft, Google, Philips, Globo, Siemens, BBC, entre outras.

Não à toa, o relatório Jobs of Tomorrow do Fórum Econômico Mundial, de 2020, aponta Scrum Master como a 6ª mais promissora entre as 96 carreiras listadas no documento.

O que faz um Scrum Master?

Afinal, que funções são desempenhadas pelo Scrum Master? Qual o seu papel em uma organização?

A partir dos seus conhecimentos aprofundados em Scrum, seu objetivo é ajudar o time a seguir seus princípios no dia a dia e, assim, melhorar o fluxo de trabalho.

Para isso, se apoia em uma série de atividades, como:

  • daily meetings;
  • produção de relatórios;
  • reuniões para planejamento de sprints/interação;
  • retrospectivas;
  • conversas internas e individuais;
  • entre outras.

No geral, a atuação do Scrum Master é como uma espécie de “difusor” desse método nas empresas, especialmente naquelas que estão transitando para esse mundo da agilidade. Durante o processo, esse papel do Scrum também busca eliminar “bloqueadores” externos e internos que podem estar atrapalhando o fluxo de trabalho da equipe.

Quem pode ser Scrum Master?

Quem pode ser Scrum Master?

Qualquer profissional pode se tornar facilitador de Scrum, não sendo necessário ter alguma formação específica para desempenhar esse papel. No entanto, se você deseja trilhar essa carreira, é imprescindível conhecer profundamente os valores, conceitos e práticas do Scrum.

Só assim você terá condições de apoiar empresas e negócios que desejam incorporar o método ágil em suas rotinas, melhorar seus fluxos de trabalho e aumentar o valor das suas entregas.

Assim, é preciso investir nesse conhecimento. E uma forma bastante eficaz é realizar o treinamento oficial de Scrum Master da Scrum Alliance, certificadora internacional. Pois o mercado está a cada dia mais exigente, e muitas organizações buscam por pessoas que tenham certificação para desempenhar esse papel.

Também é importante se empenhar para aprimorar algumas soft skills.

Quanto uma pessoa ganha como Scrum Master?

De acordo com o Glassdoor, um dos maiores sites de recrutamento do mundo, a média salarial de um facilitador de Scrum é cerca de R$ 8.016 mensais no Brasil, e costuma chegar a R$ 13.000 por mês, ao considerar bônus, comissões e participações nos lucros das empresas.

Esse levantamento foi realizado com base em informações sigilosas compartilhadas com o site por mais de 1400 pessoas que exercem esse papel..

No entanto, há remunerações maiores, dependendo do mercado, da empresa e até mesmo do nível de conhecimento e experiência da pessoa. Um facilitador de Scrum Sênior, por exemplo, já pode ter a remuneração base de R$10.935 no Brasil (salário médio nacional de acordo com o mesmo site de recrutamento), além dos acréscimos de benefícios.

4 habilidades que você precisa desenvolver para ser um facilitador de Scrum

Algumas das principais habilidades para desenvolver são:

  • conhecimento em Scrum;
  • boa comunicação;
  • organização;
  • liderança.

Entenda a seguir sobre cada uma.

1. Conhecimento em Scrum

É preciso ter um alto domínio do método, afinal será você que irá orientar as organizações e seus times na adoção do framework.

Dessa forma, um nível de conhecimento avançado é importante para te conferir autoridade e ajudar a lidar com os possíveis desafios dessa jornada.

2. Boa comunicação

O facilitador de Scrum deve ter uma comunicação eficiente e direta. Se não, dificilmente conseguirá obter bons resultados.

Nessa carreira, é importante que você saiba escutar e captar a atenção das pessoas porque fará parte da sua rotina ter que lidar com profissionais de diferentes áreas, posições e perfis.

Além disso, é preciso saber gerenciar conflitos. Muitas vezes, os problemas surgem, justamente, por falhas e ruídos comunicacionais. Será o seu papel eliminar os “gargalos” que estão atrapalhando o fluxo de trabalho das equipes.

3. Organização

Você precisará melhorar o sistema de trabalho da empresa em que estiver atuando, garantindo que as entregas sejam feitas dentro dos prazos estabelecidos, sem perder a qualidade.

Sendo assim, é preciso aprimorar a sua capacidade de organização.

4. Liderança

Outra habilidade indispensável é a liderança! Afinal, você precisará orientar mudanças importantes dentro das empresas. Nesse processo, é preciso ganhar a confiança da equipe, saber estimulá-la e auxiliá-la na superação de desafios para gerar resultados.

Aqui, no blog da K21, você encontra uma série de conteúdos sobre esse e outros métodos ágeis. Dê início a essa jornada agora mesmo, confira 5 dicas para fazer a transição de carreira para agilidade

Compartilhe

Escrito por

K21

Evolução Contínua de Pessoas e Organizações


Transformar pessoas e organizações ao redor do mundo é o que nos move. Mais do que ferramentas e métodos, promovemos uma nova cultura, onde negócios e pessoas entregam valor continuamente, experimentando, aprendendo e melhorando diariamente.
Esta postagem se encontra sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Artigos relacionados

Scrum Masters de verdade: quem são, o que fazem e o que deveriam fazer
08/12/22
6 minutos de leitura
Kanban e Scrum: entenda o papel de cada método ágil
09/11/22
4 minutos de leitura
Product Owner: como ter o CSPO e por que ele é importante para a carreira?
05/10/22
3 minutos de leitura
5 dicas para fazer transição de carreira para a agilidade
14/09/22
5 minutos de leitura

    Receba mais conteúdos K21

    Deixe seu nome e email que nós te deixamos por dentro de tudo que rola por aqui.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.